Como organizar um estoque de material hospitalar?

O estoque de material hospitalar constitui um dos maiores investimentos de capital na indústria médica. Além disso, a falta de determinados itens em estoque pode levar a consequências infelizes, resultando em penalidades legais.

Diante disso, definir boas estratégias para controlar e organizar adequadamente o estoque hospitalar é fundamental para o sucesso das organizações que atuam nesse setor.

Sabendo disso, a AGR Contábil separou e apresenta nesse conteúdo, algumas dicas relacionadas à gestão do estoque hospitalar. Não deixe de conferir!

Imagem: Getty Images

Desafios da gestão de material hospitalar

A gestão e controle de estoque de material hospitalar é repleta de desafios que merecem atenção e cuidados especiais, dentre os quais, podemos destacar:

  • Risco de insuficiência de medicamentos e equipamentos cirúrgicos
  • Excesso de suprimentos e medicamentos;
  • Armazenamento adequado de medicamentos especiais;
  • Eliminação de medicamentos vencidos em estoque;
  • Gestão de custos com aquisição e armazenamento de insumos.

Para resolver esses problemas, os hospitais precisam adotar softwares de gestão de estoque, definir relatórios e ferramentas de controle, além de investir no treinamento de pessoal.

Como organizar um estoque de material hospitalar

Visando reduzir os riscos relacionados à falta de insumos e medicamentos, assim como, os riscos de responsabilidade associados os hospitais devem implementar um programa robusto de gerenciamento de estoques.

Separamos alguns aspectos-chave do controle de estoque médico que permitem aos hospitais aumentar a eficiência operacional geral:

1.Documentação de Estoque

Para começar, os hospitais devem registrar cuidadosamente todos os tipos de suprimentos que possuem em estoque, o que não inclui apenas medicamentos, mas todos os itens principais e secundários necessários para uso diário e operações críticas.

Além de registrar cada item, é importante identificar onde eles estão localizados no estoque e controlar as respectivas datas de validade.

2.Organização

A organização é um dos pontos chaves para o sucesso, quando o assunto é o controle de estoque de material hospitalar. Sabendo disso, separe os itens em prateleiras numeradas em caixas ou gavetas etiquetas com o nome de cada produto, facilitando a sua localização.

Outra dica interessante de organização, consiste em agrupar itens e medicamentos por categoria, mantendo insumos semelhantes ou para o mesmo fim, sempre próximos.

Tenha atenção especial aos produtos que precisam ser mantidos em refrigeração, observando a temperatura de conservação recomendada pelo fabricante e assegurando que a mesma seja respeitada.

3.Gestão de validade

Tenha um cuidado rigoroso com o controle de validade dos medicamentos e insumos hospitalares.

A manutenção de itens em estoque com validade vencida pode resultar em multas e aplicação de penalidades severas por parte dos órgãos de vigilância sanitária.

Além disso, é importante destacar que o uso inadvertido de itens com validade vencida pode gerar complicações de saúde nos pacientes.

4.Utilize um sistema de gestão

Quando o assunto é como organizar um estoque de material hospitalar a utilização de um sistema de gestão é fundamental.

Os sistemas de gestão organizam os dados, geram relatórios e são capazes de otimizar significativamente a gestão e o controle de estoques.

Procurando serviços especializados em assessoria contábil para hospitais? Conte conosco e projete com a AGR Contábil, entre em contato conosco!